Atibaia News
Cotação
RSS

Projeto Conta Comigo leva alegria a Hospitais e Crianças através da Contação de Histórias.

Publicado em 01/08/2019 Editoria: Social 1 comentário Comente! Imprimir


Com uma trajetória de 10 anos, grupo de voluntários oferece curso de capacitação e forma novos “contadores de história” que atuam no município incentivando a narrativa oral e auxiliando na humanização de ambientes hospitalares e de instituições de educação.

Armando Teixeira Junior

A ideia do projeto “Conta Comigo” surgiu quando a psicóloga Bernadete Pacheco conheceu na cidade de São Paulo o trabalho dos contadores de histórias da Associação “Viva e Deixe Viver”. O objetivo de trazer para Atibaia um modelo de voluntariado semelhante, se concretizou através da parceria com a ONG “Consciência Solidária” que ajudou na infraestrutura necessária para o início do projeto e o desenvolvimento dos primeiros cursos de formação e capacitação.

Desde o início em 2009, centenas de pessoas já passaram pela formação, no final deste ano a 10ª “turma” irá concluir o curso de contadores de histórias.

“Nosso projeto surgiu diante da necessidade que as pessoas sentem de doar um pouco da sua atenção e dos seus talentos para o coletivo e não ter como, não ter preparo ou quem intermediasse. Temos trabalhado na Santa Casa desde 2010, há 2 ou 3 anos estamos na Creche ASA e agora em agosto estamos iniciando no Abrigo Ninho de Luz.” Afirma Bernadete Pacheco.

Os contadores também costumam participar nas feiras de livros, nas entidades como o CRAAS, nas escolas, na OAB, no Rotary, em creches, e em eventos da cidade.

A visita semanal às instituições acontece de forma organizada, é feito um contrato onde são combinados os direitos e deveres de cada parte. Quando a parceria é firmada a visita dos contadores acontece em um modelo parecido com o dos “Doutores da Alegria”, mas com foco na Contação de Histórias, tentando assim levar sorrisos a hospitais, creches, feiras literárias, escolas e eventos.
 

Um curto bate papo para refletir...

Em três perguntas breves Bernadete Pacheco, ela que é coordenadora  do Projeto Conta Comigo e é Psicóloga, Mestre em Clínica com ênfase em Adoecimento e Luto, deixa para nós um verdadeiro convite ao voluntariado. Vamos doar um pouco do nosso tempo para fazer o bem ao próximo?
 

Atibaia News: Na sua opinião estamos perdendo o hábito de contar histórias?

Bernadete: O costume de contar histórias, por um lado a gente está perdendo no sentido de que a tecnologia está entrando como uma onda em que até nossa linguagem mudou e até nossas conversas tem que ser bem breves e muitas vezes a gente fica ao sabor de uma avalanche de informações, muitas delas não uteis, ou até fúteis e fugazes; por esse lado as pessoas tem conversado menos e se proposto menos a ter um encontro presencial, olho no olho, e lidar com suas trocas. Por outro lado, tem um segmento da população que tenta restaurar a escuta qualificada, a escuta afetiva, trazer valores, princípios que é uma das coisas que a contação de histórias vai fazer. Então os educadores sobremaneira, os filósofos, psicólogos tem restaurado muito esse movimento inclusive direcionado para a educação e a saúde. Sabemos que uma pessoa tem melhoria na sua saúde quando ouve uma história, quando ri, quando pode ser criativo, fantasioso, questionador e receber lições de princípios e valores através da contação de histórias. Então existem dois movimentos acontecendo.
 

Atibaia News: Como é a experiência de ser voluntário?

Bernadete: A experiência de ser voluntário vem da consciência de como é importante a gente participar da nossa comunidade, no nosso entorno, então é um momento bem interessante porque você oferece os seus talentos as suas qualidades e seu tempo, um bem tão precioso, para o bem estar de alguém que você não conhece, então ele é absolutamente desinteressado nesse sentido. Você para de estar a volta do seu mundo familiar ou dos seus amigos e se dedica a uma causa, a uma ideologia a uma divisão de bens.


Atibaia News: Deixe um convite para quem deseja conhecer o projeto Conta Comigo.

Bernadete: É interessante você ter um grupo de voluntariado porque você tem com quem compartilhar suas experiências, e para te dar respaldo e apoio nos percalços. Embora quem mais ganha com o voluntariado é o próprio voluntário, são experiências de vida incríveis muito especiais de comunhão com outras pessoas, de auxílio e motivação. Todos podem ser voluntários, tem gente que vem para a linha de frente para serem contadores de histórias enquanto outros nos procuram para apoiar o projeto, nós temos um grupo de apoiadores que ajuda a divulgar nosso trabalho, trazem ideias, ajudam no planejamento, cuidam da parte financeira, captação de novos contadores e ajudam na infraestrutura. Existe um lugar para todos os talentos


Para quem se interessou...

O curso de “Contadores de Histórias” do Projeto “Conta Comigo” acontece uma vez ao ano. As aulas geralmente são quinzenais, de março a junho e cada encontro dura em média 5 horas, sempre aos sábados de manhã. No curso o aluno aprende dinâmicas, técnicas, exercícios, leituras, teorias e a postura para ser um contador de histórias. O fechamento do curso é um sarau onde os contadores se apresentam a um público maior podendo assim demonstrar o que aprenderam. No segundo semestre existe um treinamento onde a pessoa dedica 2 horas por semana com a capacitação já em um dos locais em que ela vai atuar. Com a ajuda dos veteranos do projeto, os alunos visitam a Santa Casa, A Creche ASA e os demais locais onde o grupo é convidado a atuar, colocando em prática, com a supervisão de alguém mais experiente, o que aprenderam sobre a contação de histórias.

As inscrições já estão abertas para o ano de 2020.  As pessoas podem conhecer o projeto mais a fundo acessando o site  e ainda obter mais informações através do Whats app: (011) 9.7512-0522.

› FONTE: Atibaia News (portalatibaianews.com.br)


1 comentário

Deixe o seu comentário