Atibaia News
Cotação
RSS

Governo incinera 3,2 toneladas de cocaína e insumos apreendidos em Nazaré Paulista

Publicado em 26/10/2019 Editoria: Polícia sem comentários Comente! Imprimir


Autoridades do Governador do Estado de São Paulo, em queima de entorpecentes em Arariguama

Autoridades do Governador do Estado de São Paulo, em queima de entorpecentes em Arariguama

Desde o início do ano, mais de 70 toneladas de entorpecentes foram destruídos pelo Estado

O Governador João Doria acompanhou, nesta sexta-feira (25), a incineração de 3,2 toneladas de drogas e insumos apreendidos durante ação do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) em Nazaré Paulista. Os entorpecentes foram destruídos no forno de uma indústria siderúrgica na cidade de Araçariguama.

“Pela segunda vez em uma semana, estamos fazendo a incineração de droga. A orientação dada é destruir a droga o mais rápido possível. Com apoio judicial, em quatro dias tivemos autorização e a droga foi incinerada. E, com ela, R$ 40 milhões que significariam a venda de cocaína nas ruas de São Paulo”, disse Doria.

Também presente, o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, lembra que medidas como essa também integram as ações de proteção à sociedade. “Apreender cada vez mais e destruir cada vez mais para proteger a população”, afirmou.

As drogas foram recolhidas no último domingo (20), em um sítio no bairro Sertãozinho, após investigações da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise). Um laboratório para o refino e preparo das substâncias foi desativado. Houve a apreensão de 2,2 toneladas de cocaína, além de uma tonelada de insumos entre éter, cafeína e codeína. Duas pessoas também foram presas.

Essa é a segunda incineração realizada pelo Estado nesta semana. A primeira aconteceu na segunda-feira (21), quando foram destruídas 7,5 toneladas de entorpecentes entre maconha, ecstasy, cocaína, tetracaína, cafeína e MDMA (metilenodioximetanfetamina, principal princípio ativo do ecstasy). As substâncias também haviam sido apreendidas pela Polícia Civil.

Nos nove primeiros meses do ano, 131,6 toneladas de drogas foram apreendidas no Estado e mais de 70 toneladas incineradas com autorização da Justiça e acompanhamento da Vigilância Sanitária e do Ministério Público. No período, também foram presos 42,5 mil suspeitos de tráfico de drogas.

› FONTE: Governo do Estado de São Paulo


sem comentários

Deixe o seu comentário