Atibaia News
Cotação
RSS

Homem surta, tenta matar a mulher e se suicida em Atibaia

Publicado em 06/02/2020 Editoria: Polícia sem comentários Comente! Imprimir


Alex Aparecido do Amaral, de 37 anos, esfaqueou a mulher e cortou o próprio pescoço, após sofrer um surto na noite desta quarta-feira (05). O crime ocorreu em uma casa na Estrada Kiichi Ichikawa, no bairro Ponte Alta, em Atibaia.

A ocorrência atendida pela Polícia Militar, foi inicialmente registrada como de violência doméstica.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a mulher, de 44 anos, com ferimentos causados por faca, na região da nuca e no rosto. Ela contou à policia que eles começaram uma discussão e, na briga, seu companheiro a agrediu com golpes de faca.

Populares informaram que o autor havia fugido para uma casa próxima e que ele estaria tentando tirar a própria vida.

Os policiais foram até o local informado e solicitaram que Alex saísse da residência. Foi possível visualizar pela janela que ele estava desarmado e com um grave ferimento no pescoço. Como o autor não conseguia abrir a porta, os policiais foram obrigados a arrombar a mesma para prestar o socorro à vítima.

No interior da residência foi encontrada uma faca de açougue utilizada no crime e uma arma de fogo tipo cartucheira de fabricação artesanal.

Durante a espera pela viatura do SAMU e Unidade de Resgate, o autor ainda tentou fugir, sendo necessário o uso de algemas para contê-lo. Ele disse aos policiais que começou a briga poro ciúmes.

Os dois foram encaminhados para a Santa Casa de Atibaia, porém durante o atendimento Alex não resistiu e veio a óbito. A mulher permaneceu em observação, mas não corre risco de morrer.

Participaram da ação, os soldados PM Verutti e Xavier, com o apoio do Sargento Espanhol, do Cabo Maurício e dos Cabos Oliveira e Barbara.

Na delegacia de polícia Civil, a autoridade de plantão elaborou o boletim de ocorrência e o classificou como tentativa de feminicídio seguido de suicídio.

› FONTE: Atibaia News (portalatibaianews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário