Atibaia News
Cotação
RSS

Homem é preso após confessar matar a mãe durante surto em Piracaia

Publicado em 15/06/2020 Editoria: Polícia sem comentários Comente! Imprimir


Casa onde filho teve surto e matou a mãe, em Piracaia — Foto: Lucas Rangel/TV Vanguarda

Casa onde filho teve surto e matou a mãe, em Piracaia — Foto: Lucas Rangel/TV Vanguarda

Homem alegou ter cometido crime sob surto psiquiátrico. Ele cumpria internação no sistema prisional depois de matar a tia, em 2013, também por morte durante surto.

Um homem de 27 anos foi preso depois de matar a mãe em Piracaia neste domingo (14). Segundo a Polícia Civil, o filho alegou ter tido um surto psicótico e asfixiado a mãe até a morte.

O homem estava internado em um hospital penitenciário, em Franco da Rocha, até maio por ter matado a tia, também durante um surto. Ele cumpria fase de desinternação e havia recebido benefício de saída temporária.

No dia 16 de abril, a Justiça negou um pedido da Defensoria para que o homem cumprisse a pena em casa devido ao risco do coronavírus.

O crime aconteceu na região central de Piracaia. O homem teria ido até a Santa Casa da cidade e contato que havia matado a mãe em casa, durante um surto. Desorientado, ele foi atendido pela equipe médica que acionou a PM para o endereço do homem, onde a vítima foi encontrada. Ela estava na cama e com sinal de deslocamento do pescoço.

O homem havia sido preso em 2013 depois de matar a tia, com o mesmo modo. À época, ele era usuário de drogas e, durante um surto por excesso de entorpecentes, matou a tia asfixiada.

Laudos da justiça confirmaram que o homem cometeu o crime sob surto. Por isso, ele foi mantido internado em hospital psiquiátrico. Em 2019, no entanto, começou processo de desinternação, sendo permitidas visitas domiciliares com concessão de saída temporária e visitava a mãe, 63 anos.

O homem foi preso e encaminhado para a Cadeia Pública de Piracaia.

› FONTE: Por Do G1 Vale do Paraíba e região


sem comentários

Deixe o seu comentário