Atibaia News
Cotação
RSS

Plano São Paulo mantém região de Campinas na fase vermelha, de alerta máximo

Publicado em 14/07/2020 Editoria: Saúde 2 comentários Comente! Imprimir


Foto:imagem do Plano São Paulo

Foto:imagem do Plano São Paulo

Nova atualização foi divulgada nesta semana.

A região de Campinas, em que Atibaia está inserida, continua na fase vermelha segundo o Plano São Paulo, monitoramento do governo estadual, atualizado nesta sexta-feira. É a sexta atualização de fases da retomada econômica do Plano São Paulo, com quarentena prorrogada até o próximo dia 30 de julho. Nenhuma região regrediu de fase.

A nova classificação vale a partir da próxima segunda-feira (13). Em relação à semana anterior, somente municípios abrangidos por quatro das 17 regiões de DRSs (Departamentos Regionais de Saúde) permanecem na fase vermelha de restrição total de atividades não essenciais.

A fase vermelha é de alerta máximo. O critério que tem maior peso na classificação de cada região é a variação de novas internações (peso 4), seguido pela taxa de ocupação de UTIs (peso 3). Nesta semana, nove regiões avançaram para fases mais permissivas e nenhuma retrocedeu. O governo utiliza cinco indicadores de saúde para classificar as regiões por cores.

As três próximas atualizações programadas do Plano São Paulo estão previstas para os dias 24 de julho e 7 e 21 de agosto. Os índices epidemiológicos e capacidade hospitalar são verificados semanalmente e, em caso de piora acentuada, pode haver regressão de fase em caráter extraordinário. Tal medida foi adotada em 3 de julho na área de Campinas.Plano São Paulo mantém região de Campinas na fase vermelha, de alerta máximo

Nova atualização foi divulgada nesta semana.

A região de Campinas, em que Atibaia está inserida, continua na fase vermelha segundo o Plano São Paulo, monitoramento do governo estadual, atualizado nesta sexta-feira. É a sexta atualização de fases da retomada econômica do Plano São Paulo, com quarentena prorrogada até o próximo dia 30 de julho. Nenhuma região regrediu de fase.

A nova classificação vale a partir da próxima segunda-feira (13). Em relação à semana anterior, somente municípios abrangidos por quatro das 17 regiões de DRSs (Departamentos Regionais de Saúde) permanecem na fase vermelha de restrição total de atividades não essenciais.

A fase vermelha é de alerta máximo. O critério que tem maior peso na classificação de cada região é a variação de novas internações (peso 4), seguido pela taxa de ocupação de UTIs (peso 3). Nesta semana, nove regiões avançaram para fases mais permissivas e nenhuma retrocedeu. O governo utiliza cinco indicadores de saúde para classificar as regiões por cores.

As três próximas atualizações programadas do Plano São Paulo estão previstas para os dias 24 de julho e 7 e 21 de agosto. Os índices epidemiológicos e capacidade hospitalar são verificados semanalmente e, em caso de piora acentuada, pode haver regressão de fase em caráter extraordinário. Tal medida foi adotada em 3 de julho na área de Campinas.

› FONTE: Atibaia News (portalatibaianews.com.br)


2 comentários

Deixe o seu comentário