Atibaia News
Cotação
RSS

Dr. Ubiratan diz que vai recorrer de decisão em processo relacionado a vacinas contra a gripe H1N1

Publicado em 06/08/2020 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Dr. Ubiratan comenta sobre decisão em processo relacionado a vacinas contra a gripe H1N1

Dr. Ubiratan comenta sobre decisão em processo relacionado a vacinas contra a gripe H1N1

Processo não teve julgamento final e o vereador entrará com recursosrn

O vereador Ubiratan Fernandes de Oliveira utilizou a tribuna na sessão da Câmara de terça-feira, 4 de agosto, para comentar sobre a decisão em segunda instância do processo relacionado a vacinas contra a gripe H1N1. O processo ainda não teve julgamento final e o vereador entrará com recursos para que o caso seja reavaliado.

"Após a divulgação da sentença em São Paulo, tenho conversado bastante com minha família e meus amigos e sinto que devo explicar a situação aos meus eleitores e a todas as pessoas que confiam em mim. Entrei para a política com o sonho de buscar uma melhor qualidade de vida para a sociedade, para participar e fazer o bem às pessoas, mas na política é tudo muito difícil", desabafou.

"Todo esse processo teve início justamente em uma época de pandemia, com a diferença que a doença era a H1N1, que transmite a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS) e causa falta de ar no indivíduo. Naquela época havia vacina disponível, mas o Governo tinha um protocolo de oferecer a vacina para determinados grupos de risco, e só em nossa região tivemos seis mortes de pessoas que não estavam enquadradas nesses grupos de risco por conta dessa doença", relatou.

"O &39;crime&39; que cometi foi pedir para que todas as pessoas fossem vacinadas. Passei então a conceder receita também para as pessoas que não podiam se enquadrar em nenhum grupo e não tinham direito à vacina, pois elas também estavam sujeitas aos efeitos da H1N1, podendo inclusive chegar a óbito. No processo fiz questão de mostrar que eram descartadas cerca de 10 mil vacinas no lixo, pois a vacina não pode ser guardada de um ano para outro uma vez que perde sua eficácia", explicou o vereador.

"E hoje estamos vivendo novamente em um período de pandemia, não sabemos até quando isso irá perdurar, quando teremos uma vacina para a COVID-19, e estou sendo processado justamente por ter idealizado uma sociedade mais justa, com a distribuição de vacinas para toda a população. Não sei o que vai acontecer com a minha vida política, mas agradeço o apoio de meus familiares, amigos e eleitores durante todo esse processo", concluiu Dr. Ubiratan.

 

› FONTE: Atibaia News (portalatibaianews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário